Auditores de receitas da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) da unidade de fiscalização de mercadorias em trânsito em Marabá, no quilômetro 9 da Transamazônica, sudeste paraense, apreenderam na última quarta-feira (23) bebidas quentes sem nota fiscal, num caminhão vindo do município de Anápolis, Goiás, para Pacajá, no Pará.

Foram apreendidas 162 garrafas de vodca, 78 de cachaça, 48 de uísque, 60 de conhaque, 24 de Campari, 216 da bebida Ice e 164 de vinho. Segundo o coordenador da unidade fazendária, auditor Amadeu Fadul, o condutor do caminhão apresentou notas fiscais com mercadorias diversas, principalmente cesta básica e material de limpeza. Os auditores desconfiaram da quantidade transportada e fizeram a contagem dos produtos, localizando as bebidas desacompanhadas de documentário fiscal. Foi lavrado o Termo de Apreensão e Depósito no valor de R$ 9.731,03. As mercadorias estão retidas no depósito da Sefa.

No mesmo local, a Sefa apreendeu, no dia 19 deste mês, cerveja e bebidas quentes escondidas em caminhões que transportavam verduras, frutas e outros produtos. As mercadorias, que não tinham nota fiscal, saíram de Araguaína, no Estado do Tocantins, com destino a um estabelecimento localizado em Curionópolis, no sudeste do Pará.

Foram apreendidas 170 caixas com 2.310 latas de cerveja, 48 garrafas de conhaque, 516 de cachaça, 24 de uísque e 96 de vinho. Foram lavrados dois Termos de Apreensão e Depósito, num total de R$ 13,1 mil. Como o imposto foi pago imediatamente, houve redução no valor da multa, resultando em R$ 9,4 mil de recolhimento aos cofres públicos.

Ana Marcia  Pantoja
Secretaria de Estado da Fazenda