aventureirosPara cumprimento do requisito, limpeza comunitária, Membros (crianças) do Projeto Social do Clube de Aventureiros (Embaixadores da Luz) – CURIONÓPOLIS, pintaram hoje, 10/11/2013 a Praça dos Imigrantes e conseguiram mais uma insígnia. O Clube contou com a ajuda dos Clubes de Desbravadores Antares, bairro Jardim Panorama e Embaixadores de Cristo, igreja central

QUEM SÃO?

O Clube de Aventureiros é um ministério da Igreja Adventista do Sétimo Dia insarado no projeto do Clube de Desbravadores, voltado às crianças com idade entre 6 e 9 anos. As atividades são realizadas para que igreja, lar e escola se unam para ajudar as crianças a crescerem alegremente em “sabedoria, estatura e graça para com Deus e os homens”, independente de sua classe social, raça, cor ou religião. Através das atividades desenvolvidas, o clube busca desenvolver nas crianças o caráter de Cristo, baseados no fato de que o próprio Jesus foi criança e aprendeu e foi educado pela sua mãe.

SAM_0839Os Aventureiros passarão pela experiência de realizar coisas boas da maneira certa. Terão a oportunidade de descobrir maneiras para ajudar os necessitados e menos favorecidos. Aprenderão a fortalecer a capacidade de colaborar descobrindo assim suas habilidades utilizando-as em benefício a outras pessoas. No Clube de Aventureiros as crianças descobrirão que elas devem auxiliar nas tarefas domésticas, pois todas tem responsabilidades e também a serem obedientes aos pais. Aprenderão que apesar de nossa sociedade estar vivendo um momento difícil onde tudo pode e deve ser feito como acham melhor, devem as crianças demonstrar respeito aos pais, amigos, professores, autoridades e também aos mais velhos.

AS ATIVIDADES – CLASSES E ESPECIALIDADES

As reuniões semanais e diversas atividades ao ar livre como passeios, desfiles, caminhadas, acampamentos, etc., buscam desenvolver e estimular os talentos, habilidades, percepções e o gosto pela natureza nas crianças.

SAM_0845Para facilitar o entendimento e o desenvolvimento das atividades, os aventureiros são divididos em classes, de acordo com a idade, e cada classe possui uma série de requisitos para serem cumpridos durante o ano, sobre diversos temas como o relacionamento com Deus, com a família, com o próximo e com a natureza. Após concluir cada classe, a criança é condecorada com uma insígnia para ser colocada no uniforme, numa cerimônia especial de investidura. Além das classes, existem as especialidades, que são atividades temáticas desenvolvidas juntamente com as classes, divididas em categorias como Saúde, Segurança, Artes, Natureza, etc. A cada especialidade completada, eles também recebem uma insígnia.

As classes dos aventureiros são: Abelhinhas Laboriosas (6 anos), Luminares (7 anos), Edificadores (8 anos) e Mãos Ajudadoras (9 anos).

INSCRIÇÕES

O Clube de Aventureiros Embaixadores da Luz – CURIONÓPOLIS, estará em breve abrindo Inscrições. Serão feitas as inscrições e a primeira reunião com os pais, apresentando o projeto e as atividades que serão realizadas em 2014.

HISTÓRIA

Foi em 1972 que a Igreja Adventista do Sétimo Dia tentou, pela primeira vez, nos EUA, criar um programa específico para as crianças menores de dez anos. O primeiro Clube de Aventureiros foi desenvolvido em Washington, sob a direção de Carolee Riegel, num clube chamado de “Os Castores”. Em 1975, outro campo regional da IASD, no nordeste dos Estados Unidos, realizou um programa focado em crianças da faixa etária dos Aventureiros e, cinco anos mais tarde, várias associações já estavam seguindo este exemplo.

Em 1988, a Divisão Norte-Americana da IASD convidou as associações interessadas e pessoas especializadas em crianças para estudar a oficialização do Clube de Aventureiros. Uma comissão se reuniu, um ano mais tarde para atualizar o currículo, as especialidades e estabelecer normas para a organização e funcionamento do clube. Participaram deste trabalho líderes da Escola Sabatina Infantil, educadores, coordenadores do Ministério da Criança, e outros especialistas em família e educação infantil.

Em 1989, a Associação Geral oficializou as Classes dos Aventureiros (Abelhinhas Laboriosas, Luminares, Edificadores e Mãos Ajudadoras), e elaborou o currículo dos Aventureiros com o objetivo de “facilitar a criança partilhar sua fé, se preparar para esta vida e para a vida eterna”. Em 1990, o plano piloto do Clube de Aventureiros foi iniciado nos Estados Unidos, na Divisão Norte-Americana. Em 1991, a Associação Geral da IASD o autorizou, como programa mundial, estabelecendo seus objetivos, currículo, bandeira, uniforme e ideais. Hoje, são mais de 1 milhão de aventureiros em todo o mundo.