A empolgação foi outra na posse de hoje, diferente do que aconteceu em 25 de junho, quando Francis Lopes – PSD assumiu como prefeito em exercício pela primeira vez e verbalizou bastante contra a administração do prefeito eleito Divino Campos – PPS, até mesmo efetivo desta vez deverá sofrer menos alterações, pelo menos se depender do prefeito que assume e da principal vereadora de oposição, a vereadora Simone Moraes – PRP que pediu cautela e que se evitem perseguições nesse período de posse interina.

afastadoO afastamento de Divino Campos, foi decretado pela magistrada da Comarca de Curionópolis, Dra. Priscila Mamede Mousinho, na terça-feira dia 1º, além do prefeito de Eldorado dos Carajás, Divino Alves Campos – PPS foram afastados ainda o presidente da Câmara Municipal, Valmir Gomes Solidade – PP e o vereador José Almeida de Araújo – PSB. Eles foram denunciados pelo Ministério Público do Pará de cometer atos de improbidade administrativa, após representação formulada pelo popular Lindomar Simão da Silva.

Na decisão a juíza determinou afastamento pelo período de 180 dias, o que equivale há seis meses, sem prejuízo de suas remunerações. Ainda por determinação da juíza, o vice-prefeito. A magistrada determinou, ainda, o bloqueio judicial dos requeridos até o valor de R$150.000,00 (cento e cinquenta mil Reais) e a quebra dos sigilos bancários dos dois vereadores afastados, entre outras.

A compra de um terreno para construção de uma creche, uma área de 2.800 m² localizado na Rua Jacarandá esquina com a Rua da Chácara no Km-100 foi pivô da decisão. O imóvel em questão que pertencia ao Ministério de Desenvolvimento Agrário (INCRA), no caso a União, foi doado à Prefeitura Municipal e Eldorado dos Carajás (PMEC). Em seguida o lote teria sido cedido de forma ‘voluntária’, a José Hilário Sales Andrade e meses seguintes foi readquirido pela prefeitura do município. Em posse do Título de Doação do imóvel o prefeito de Eldorado dos Carajás, Divino Alves, em 04 de outubro de 2013 expediu o Título Definitivo de Imóvel Urbano (TDI) em favor do nacional José Hilário Sales Andrade, desmembrando assim o imóvel do patrimônio da cidade em favor de uma pessoa física.

Depois de doar o imóvel Divino Alves enviou à Câmara Municipal de Eldorado dos Carajás o Projeto de Lei 019/2014, que foi aprovado pela maioria dos vereadores e tornou-se Lei nº 355/2014. Os vereadores liberaram o montante de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para que o prefeito comprasse um terreno ora doado. A compra seria para a construção de uma creche comunitária.

Em resumo esses foram os motivos que levaram ao afastamento novamente do prefeito, desta vez, Divino não foi sozinho, foram afastados ainda o presidente da Câmara e o primeiro secretário. Na tarde de hoje, quarta-feira dia 02 assumiram o prefeito em exercício e os vereadores Edgar Rocha Fernandes do PSB que assumiu a vaga de Zé Almeida e Juarez Marques de Queiroz – PPS que assume pela coligação vaga do vereador presidente da Casa Valmir Gomes.

Vereadores Juarez e Edgar

Vereadores Juarez e Edgar

Os vereadores fizeram seus juramentos e falaram com ênfase na vontade de trabalhar pelo município, agradeceram os votos, que mesmo não tendo os elegido, abriu espaço para essa posse que vereador Juarez fez questão de lembrar, pode ser de 180 dias, ou pode ter fim antes desse prazo: “Tudo vai depender da Justiça e dos recursos, mas enquanto estiver aqui vamos honrar os votos”, disse.

O vereador Edgar em uso da tribuna fez menção a textos bíblicos dando ênfase a Romanos 12:02 que diz: “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”, para o vereador mais importante é cumprir o papel determinado pelo tempo necessário.

A vereadora Simone comemorou

A vereadora Simone comemorou

A vereadora Simone foi cautelosa e pediu muito cuidado com os funcionários, em entrevista a vereadora também falou do cenário político e de certa forma mostrou alegria com a decisão judicial, além de falar da votação em segundo turno do Orçamento de 2016, que será votado na segunda-feira já com os novos vereadores, caso não seja revertida à decisão.

O prefeito em exercício Francis Lopes disse que vai cuidar da cidade, mas primeiro irá se ater da real situação do município e afirmou que não pretende fazer muitas mudanças, apenas as necessárias, o tom terno e ponderado demostrou uma cautela diferente da primeira vez que assumiu o município. De olho nas oportunidades vários ‘correligionários políticos’ compareceram a Sessão e procuraram conversar com o prefeito.

“Não vou mudar ninguém nesse primeiro momento, nem quero me comprometer foram as primeiras palavras do prefeito que irá ‘sentar na cadeira’ na manhã de hoje com uma agenda de reuniões lotada.

Prefeito em exercício discursa na Câmara

Prefeito em exercício discursa na Câmara

As primeiras notícias do prefeito afastado dão conta que ele estaria de saída á Belém com advogados em busca de recorrer da decisão que o afastou, em virtude disso não conseguimos contatos. Vereadores ligados ao prefeito Divino Campos demostraram solidariedade e preocupação com seguimento da política local.