CurionópolisNotíciasRegião

Governo de Curionópolis fecha o ano sem grandes obras e com derrota no Legislativo

 

Sem as obras município ainda amarga baixa na avaliação do TCM

Segundo o Portal da Transparência do município, que ainda está em faze de implementação, a arrecadação do ano ficou acima dos 54.000.000,00 (cinquenta e quatro milhões de reais). Vale ressaltar que no quesito transparência a Prefeitura de Curionópolis deixou a desejar, tanto que para o TCM-Tribunal de Contas dos Municípios a prefeitura atingiu menos de 39% de transparência, ao contrário da Câmara que passou dos 80%.

Com exceção dos eventos, como as festividades do aniversário da cidade onde só de fogos de artifícios foram mais de 180.000,00 (cento e oitenta mil reais), e da cavalgada ruralista, evento externo onde a Prefeitura bancou a maior parte da estrutura, incluindo a atração principal, não houve investimentos em infraestrutura. Como mostram as fotos do Hospital Municipal Elcione Barbalho enviadas por um internauta.

Urbanização – As vias públicas e o setor de educação não foram contemplados com obras. Conforme manifestação do SINTEPP (Leia aqui). No entanto, na educação pública do município houve pelo menos a aquisição de carteiras escolares.

Evento na Praça da República destacou mensagem a Deputado Federal

Paralelepípedos remanejados – assim como bancos da Praça dos Imigrantes, foram usados para contribuir na decoração natalina da Praça da República, onde foram investidos mais de 1.000.000,00 (um milhão de reais) em luminárias e instalações elétricas, conforme matérias já veiculada neste portal. (Reveja)

O ano se encerra com uma grande derrota do Poder Executivo que pretendia votar a criação da Secretária de Esportes. A votação não aconteceu porque o projeto foi barrado via Mandado de Segurança Judicial. A argumentação é de que junto ao projeto estavam também o aumento de salário para cargos de confiança e comissionados, em que, entre os assessores, o de comunicação teria um reajuste de mais de 500% relembre, (Reveja). O projeto foi barrado pelo presidente da Comissão de Redação e Justiça Vereador Gildásio Borges – PSD, que dias antes, havia pedido vista do projeto e dado parecer contrário.

O projeto seguia para o Plenário, mas o vereador acionou a Justiça entrando com Mandado de Segurança para barrar a votação que aconteceria ontem, quinta-feira dia 14: “Não sou contra o aumento de salário, sou contra não beneficiar os servidores efetivos, os concursados que ganham salários baixos e não tem benefícios, tanto que pedi que fosse pelo menos inserido o benefício de vale alimentação aos trabalhadores, o que não aconteceu”, explicou o Vereador.

As conquistas da gestão – Dois ônibus escolares, conseguidos por meio de emendas parlamentares, bem como uma ambulância “doada” pelo Governo do Estado. Além disso, emendas também foram destinadas ao hospital municipal, que por algum motivo ainda não foram aplicadas.

Poder Judiciário – Durante o ano também foram manifestadas ao Judiciário vários pedidos, dentre eles o de que fosse realmente realizada a transparência quanto ao destino dos recursos públicos, mais especificamente os royalties que até novembro acumulou mais de 8 milhões de reis líquidos. Portanto, ainda não amplamente divulgados nem os destinos, nem as sentenças ou ações do MP e do Judiciário quanto aos pedidos.

Veja também

1 thought on “Governo de Curionópolis fecha o ano sem grandes obras e com derrota no Legislativo”

  1. O Poder Judiciário não pode se imiscuir no mérito administrativo, assim a análise da conveniência e oportunidade sobre aumentos de salários é única e exclusivamente do Poder Executivo. Desta forma, a medida eleita para obstar a aprovação do aumento em referência é infrutífera e inadequada. LEGISLADORES ESTUDEM!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios