Notícias

Homem que lesou empresários de Curionópolis é procurado da Polícia

O automóvel do tapeceiro Fagner Matos levado na semana passada por um homem que se apresentava em Curionópolis como sendo representantes de uma empresa de TV a cabo foi encontrado no município de Xinguara no ultimo final de semana. Quem disse onde estava o veículo foi o próprio contraventor que mantém contato desde que deixou o município depois de ter lesado comerciantes e pessoas físicas usando apenas uma boa lábia e um padrão de vida que aparentava ser bem estável. Foram lesados donos de hotel, posto de gasolina, pessoa física, além da vítima que teve o carro levado. Um prejuízo estimado em mais de 20 mil reais.

Para chegar até o veículo Fagner Matos conseguiu contato de um homem em Redenção que supostamente seria affair do indivíduo que lesou as vítimas no município: “Quando chegamos até esse homem que se apresentou como namorado de estelionatário, em poucas horas tivemos contato em que fomos informados que o veículo estaria em Xinguara, e pela primeira vez a informação foi verdadeira, chegamos até o carro”, contou Fagner Matos. O detalhe é que o automóvel avaliado pela tabela Fip em 12 mil reais foi vendido para uma pessoa por 3 mil, valor muito a quem do de mercado, e que tornou o comprador mais uma vítima do 171.

Apesar de ter feito o Boletim de Ocorrências Policial – B.O.P, o veículo ainda não tinha entrado no registro de roubo e furto do Detran, por isso o homem de Xinguara após ter chegado a documentação comprou o veículo. Sobre o valor o comprador afirmou que achou ser uma boa oportunidade de negócio já que o vendedor se dizia necessitado do valor e não se importava em se desfazer do carro, que por sua vez não era dele.

Ao chegar em Xinguara para resgatar o veículo Fagner Matos não viu dificuldade, porém, não estava no carro um equipamento de som automotivo com valor médio de 6 mil reais, desse prejuízo a vítima não se livrou. Mais afinal, quem é esse criminoso? Identificado como Marcilon Lobo, o criminoso é experiente na arte de enganar, e é procurado da Justiça por estelionato não só no Pará, mas teria cometido o crime também no Maranhão e em outros Estados.

O crime de maior repercussão do meliante foi noticiado em vários veículos de comunicação, inclusive no G1 – Pará, a reportagem trata do aliciamento de um jovem jogador de futebol de Redenção, lá, Lobo se apresentou como olheiro, e manteve a vítima sob cárcere privado. O jovem foi levado do município em fevereiro de 2013. João treinava em um campo de futebol com alguns amigos e foi visto pela primeira vez por Marcilon Lobo, homem que se dizia olheiro do Paysandu. Lobo insistiu com a família do adolescente e convenceu a mãe do garoto a deixá-lo ir para Belém, onde supostamente faria um teste para entrar no time, o que nunca ocorreu.

“Eu criei expectativa de que eu estava assinando vários contratos. Ele me ameaçava, falava que ia atrás de mim se eu fosse embora”, conta o adolescente.

Como a comunidade pode perceber não trata-se de um amador. Experiente, astuto Marcilon Lobo consegue atrair a atenção, enganar e usurpar bens com muita facilidade. A ação inescrupulosa coloca em risco vida de pessoas inocentes e indefesas, gerando um ciclo entre vitimas que além de terem prejuízos materiais ficam com sequelas psicológicas depois de serem vítimas do contraventor.

As autoridades pedem que qualquer pessoa que souber do paradeiro de Marcilon Lobo entre em contato com o Disque Denúncia o numero é o 181.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios