Notícias

SERRA LESTE – SALÁRIO SERÁ CORTADO PELA METADE A PARTIR DO DIA 21

Trecho da circular avisando da redução salarial
Trecho da circular avisando da redução salarial

A mineradora Vale irá conceder Licença Remunerada aos funcionários do projeto Serra Leste a partir do dia 21 deste mês, com a medida os empregados receberão apenas 50% do salário base e terão mantidos os benefícios previstos no Acordo Coletivo de Trabalho – ACT. A informação está em uma circular interna a qual o Repórter30 teve acesso com exclusividade.

No informativo a mineradora garante que serão suspensos apenas os benefícios que estão atrelados ao desempenho das atividades, ou seja: adicional de turno; adicional noturno; periculosidade; horas de deslocamento; horas extras. Esses são os benefícios que serão suspensos durante a licença. Vale alimentação, plano de saúde, são alguns dos que devem se manter nesse período.

A medida se tornou necessária segundo a mineradora devido a não obtenção da Licença de Operação que permitirá ampliar a capacidade de produção do projeto, mas além desse motivo as constantes paralizações da Estrada de Ferro Carajás – EFC também tem feito com que o estoque de minério se eleve bastante no Sistema Norte.

Em virtude dessa situação a comunidade de Curionópolis deverá adotar medidas de manifestação em massa para chamar atenção do Governo do Estado. Um fechamento da Rodovia PA-275 que liga os municípios de Eldorado do Carajás á Parauapebas está sendo estudado. A rodovia é principal rota de ligação entre a microrregião de Carajás e demais cidades do Estado. Por ela passam todos os dias insumos, equipamentos, mercadorias, entre outros.

Está marcado para sábado dia 12 às 16h00 no Teatro Municipal de Curionópolis uma grande reunião com Governo Municipal, funcionários da mineradora, movimentos sociais e a comunidade em geral para deliberar sobre essa possível ação. Até o momento o Governo do Estado não se manifestou publicamente sobre a situação.

Um funcionário da mineradora que pediu para não ser identificado está bastante preocupado com a manutenção de suas despesas depois do corte na remuneração: “50% retirado do meu salário vai fazer muita falta, e prejudicar a manutenção das minhas despesas básicas do dia a dia. Espero que essa situação se resolva logo, porque já estamos sabendo que se não resolver muitos podem até ser demitidos”, contou o funcionário.

O Sindicato Metabese não entrou em contato oficialmente com o site, mas por intermédio de um internauta que tem acesso à entidade informou que está tomando todas as medidas para garantir os direitos dos trabalhadores, inclusive está intermediando essa negociação na redução salarial por um período com objetivo de evitar que haja demissões.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios