Crianças se divertiram muito

Crianças se divertiram muito

Ela era funcionária pública estadual. Trabalhava em uma escola como servente e devido a isso tinha muitos contatos com crianças, há exatos dez anos foi demitida e sua primeira preocupação foi: “Agora vou ficar longe das crianças”.

Estamos falando de dona Maria Helena Alves de Almeida, ou simplesmente dona baixinha como é conhecida no Bairro da Paz, onde todos os anos, desde sua demissão realiza uma festa da criança em casa: “A primeira vez que fiz a festa foram apenas 25 pães e muita vontade porque não tive muita ajuda”, contou a anfitriã.

Parceiros surgiram para apoiar a ação

Parceiros surgiram para apoiar a ação

De sua primeira festa até hoje se passaram dez anos, muita coisa mudou e a pelo menos seis dona Baixinha conta com mais pessoas solidárias: “Hoje nossa festa tem 300 pães, além de bolos, salgados e outras variedades, tudo graças a mais pessoas que colaboram e graças a Deus podemos fazer a alegria das crianças”, contou feliz.

Pula-Pula e muitas brincadeiras também fazem parte da festa, que apesar de toda diversão e alegria não deixa de ter seu lado solidário, por isso conta com um mural de pessoas queridas do bairro ou da cidade já falecidas.

Mural homenageia pessoas que 'já partiram'

Mural homenageia pessoas que ‘já partiram’

“Fizemos esse mural para prestar nossa homenagem aos nossos amigos que não puderam participar esse ano da festa, mas que Deus tem em um bom lugar”, relatou dona Baixinha, que ainda fez durante a festa um discurso de agradecimento a todos que ajudaram a fazer mais essa festa da criança.