Notícias

Vale a pena investir em Curionópolis?

Empresa chinesa já está se instalando em Curionópolis
Empresa chinesa já está se instalando em Curionópolis

Entre 2010 e 2012 “bum”, um alavanque na economia do município criou expectativas e gerou investimentos desenfreados em imóveis, compras de bens de consumo entre outros, tudo puxado pelos empregos gerados com o início das obras do Projeto Serra Leste da Vale e com o desenvolvimento do Projeto Serra Pelada da parceria COOMIGASP/Colossus.

Mas no final de 2013 sem a Via Engenharia, empresa que contratou mais de 2000 funcionarios para obras do Projeto Serra Leste, e sem a Colossus que tinha cerca de 600 funcionários, a primeira empresa deixou o município por conta do final do contrato com a Vale a segunda depois de uma série de problemas com a parceria com a cooperativa, então a cidade voltou a “monotonia” econômica e acabou a esperança. Acabou?

Muitos investidores estão descrentes, proprietários de imóveis desestimulados querem vender seus bens por valores abaixo do de mercado para investir fora, Parauapebas é a primeira opção, mas será mesmo que esses investidores ou donos de imóveis estão vendo o cenário com olhar correto? Vale a pena dar uma analisada ainda que superficial. Vejamos:

A Vale ainda está implantando o projeto Serra Leste, a mineradora ainda nem está de posse da L.O. Licença de Operação, o que isso quer dizer? Sabe as compensações financeiras e impostos que mantém de certa forma o município de Parauapebas? Pois é, Curionópolis ainda nem começou a receber da Vale, e começa assim que a L.O. for liberada, acredita-se que até o próximo semestre desse ano isso já aconteça.

Para dar um novo gás para comunidade as Linhas de Transmissão de (LT) 500 kV passou pela fase de Audiências Públicas e, pela movimentação da empresa chinesa SEPCO1 que já está com ponto alugado desde o começo do ano, agora começou a personalizar o local o que significa que as obras devem começar em breve, até porque o prazo para conclusão é Agosto de 2016.

Os empregos esperados com as obras do Linhão e construção da subestação para o município gira entre 500 e 800,

Antigo prédio da Paranorte, investidor locou e está reformando toda estrutura
Antigo prédio da Paranorte, investidor locou e está reformando toda estrutura

sem falar nos impostos a exemplo do ISS – Imposto Sobre Serviço e outras compensações vista o passivo gerado durante as obras. Vale ressaltar ainda que nas terras onde as Linhas de Transmissão irão passar haverá a chamada Reposição Patrimonial, mais dinheiro injetado em Curionópolis.

Agora pergunto novamente: Vale a pena investir em Curionópolis? Reflita.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios