Ação da Polícia Civil evita conflito em fazenda no sudeste do Pará

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Policiais civis da Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá (DECA) foram acionados, nesta quarta-feira (30), para intermediar um possível conflito entre integrantes do Movimento Sem Terra e vigilantes de escolta armada, na fazenda Cajueiro, a 120 quilômetros do centro urbano de Jacundá, sudeste do Pará. Durante a ação policial, os policiais civis impediram a ocupação da propriedade rural e apreenderam duas armas de fogo no local. Liderados pelo delegado Waney Alexandre, policiais civis da DECA se deslocaram à região após receber informação de que cerca de 120 pessoas, entre elas, homens armados, estariam na entrada da Fazenda Cajueiro, com objetivo de ocupar a propriedade rural.

POLICIAIS CIVIS DA DECA CONVERSAM COM INTEGRANTES DO MOVIMENTO

“Na chegada ao local, percebemos a gravidade da situação, pois uma porteira separava o movimento e a escolta armada da Fazenda”, constatou o delegado. Assim, foi iniciada uma mediação do conflito entre as partes. “Primeiro, conversamos rapidamente com os vigilantes da escolta, e logo após, tivemos uma conversa longa e inicialmente tensa com os integrantes do Movimento Sem Terra”, detalha o policial civil.

Em meio ao diálogo, os policiais civis da DECA encontraram duas armas de fogo que estavam escondidas em um dos caminhões no local. Ao final das conversações, o delegado convenceu as pessoas do Movimento a retornarem para suas residências situadas nas cidades de Nova Ipixuna e Goianésia do Pará.

NEGOCIAÇÃO EVITA O CONFLITO

Parte do Movimento tinha a intenção de retornar ao Acampamento Paloma, que fica há 30 quilômetros da Fazenda, mas após novas orientações, eles desistiram e retornaram para as suas cidades, encerrando o acampamento que já existia há 10 meses. “Salienta-se que o deslocamento dos integrantes do Movimento até suas cidades foi escoltado pelas equipes policiais da DECA, para que se fosse garantida a integridade física de todos”, garantiu o delegado.

ACOM-PC/PA

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de