‘Audiência Pública Serra Leste Já’ para reivindicar licença do Governo do Estado

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

A Licença de Ampliação do Projeto Serra Leste voltou a ser motivo de preocupação para a população curionopolense. Em busca de respostas, as instituições representativas se organizaram e juntas estão promovendo a “Audiência Pública: Serra Leste Já!”, marcada para ser realizada nesta quinta-feira (24), às 16 horas, na Praça da Juventude, em Curionópolis.

Após intervenções da gestão municipal e manifestações realizadas pela população no mês de junho deste ano, uma comissão formada por representantes de classes de Curionópolis, foi até à Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA), em Belém, para solicitar o apoio dos parlamentares em garantir a ampliação do projeto Serra Leste.

Na mesma ocasião, o Secretário Adjunto, Rodolpho Zahluth Bastos, recebeu a mesma comissão em uma reunião extraordinária, realizada dia 13 de junho, na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) para tratar do processo de licenciamento ambiental do empreendimento Serra Leste.

Durante a reunião, ficou claro para os membros da Comissão presente, que a Vale deveria cumprir alguns requisitos. O secretário Rodolpho Zahluth, também garantiu que a análise dos dados seria concluída em até 90 dias o que culminaria no fim de setembro e que seria dada a máxima atenção à celeridade para a liberação da licença.

Segundo informações obtidas, a Vale cumpriu com as exigências pendentes e apresentou os dados solicitados pela secretaria, porém o processo continua estagnado e sem uma resposta do Governo do Estado.

Com as atividades paralisadas, o município está sem produção mineral, o que resulta em impactos negativos na economia de Curionópolis, reduz a empregabilidade e consequentemente a renda. No âmbito público, os investimentos voltados ao desenvolvimento também serão afetados.

Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Curionópolis (Acic), Willian do AP, o aprisionamento da licença tem haver com a perseguição política e influência do Deputado Estadual Chamonzinho, ex-prefeito de Curionópolis, ao atual prefeito do município, Adonei Aguiar, como estratégia política para desestabilizar o governo atual. Perseguição que é bastante reconhecida pela população de Curionópolis, e que agora se sente prejudicada em pagar o preço com desemprego, falta de renda e redução dos avanços no crescimento do município.

“Estamos acompanhando desde o inicio o processo de liberação dessa licença. No final do ano passado, o processo já estava bastante adiantado no final do Governo Jatene e a Vale ficou apenas de cumprir algumas demandas, mas eles alegam o contrário. Mesmo assim, com 10 meses de gestão do governo Helder e por se tratar da principal matriz econômica do município, já deveria ter liberado a licença. Na reunião em julho, o secretário deu a palavra que a licença sairia ainda esse ano, mas até agora nada”, opina ele.

A Audiência Pública Serra Leste Já é organizada pela Associação Comercial e Industrial de Curionopolis (Acic), Associação dos Moradores do Bairro da Paz, Conselho dos Pastores, Conselho Tutelar, Pastoral da Juventude, Associação da Chamonlândia, Associação do Cofapac, Associação das Mulheres de Serra Pelada (Amasp), Obra Kolping, Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp), Associação dos Apicutores e Meliponicultores de Serra Pelada (Apimesp), Associação dos Produtores Rurais do Projeto de Assentamento Frei Henri, Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Fetraf), Associação dos Mototaxistas de Curionópolis e Sindicato dos Taxistas.

Os deputados federais Celso Sabino, Hélio Leite, e os deputados Estaduais, Eliel Faustino, Toni Cunha, Hilton Aguiar e Alex Santiago, estarão presentes em favor da manifestação em Liberação da Licença.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de