Chamonzinho está preocupado com a falta de acesso a medicamentos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Em seu discurso na manhã desta quarta-feira (6) na sessão ordinária online da Assembleia Legislativa do Pará, o deputado Wenderson Chamon, o Chamonzinho (MDB), destacou que o Estado vem conseguindo expandir de forma ativa e célere as ações de saúde no combate à covid-19. De outro lado, alertou para a falta de medicamentos como a azitromicina e hidroxicloroquina nas redes de farmácia, para quem procura mesmo com receita médica.

Ele disse ter ouvido isso ontem mesmo de um amigo que está com suspeita de ter contraído a doença em Marabá e que narrou não ter encontrado nas farmácias. O próprio Chamonzinho promoveu consulta pela disponibilidade do medicamento em revendas de Curionópolis, Parauapebas e Eldorado do Carajás, sem sucesso. Para ele é preocupante que os medicamentos não estejam ao alcance da população na rede privada no interior do Pará.

“A minha preocupação é enorme com a dificuldade da população ao medicamento. Essa dificuldade pode levar ao aumento da procura por leitos nas unidades de saúde e, consequentemente, colapso hospitalar. Pessoas que vão precisar procurar internação já em estado grave”, frisou.

MAIS RESPIRADORES

Chamonzinho aproveitou para felicitar a medida da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) e do governador Helder Barbalho, de enviar imediatamente à chegada no Brasil, 10 respiradores e bombas de infusão para equipar com UTI’s o Hospital de Campanha que fica em Marabá. Segundo ele, o espaço passa a poder cuidar diretamente de pacientes no estado mais grave da doença e oriundos dos municípios da região.

“Em Parauapebas, por exemplo, a Prefeitura comprou 20 respiradores, mas também está recebendo deste tipo de equipamento do Governo do Pará. E a companhia Vale também está em parceria com a Prefeitura de Parauapebas ajudando a implantar um hospital de campanha na cidade”, relatou.

Também comentou sobre as dificuldades de momento para se conseguir mais profissionais médicos para ajudar no combate à doença, principalmente os intensivistas.

Para ele, o empenho da Assembleia Legislativa tem sido um marco no apoio ao Poder Executivo. “A nossa união é extremamente importante neste momento, para votar e aprovar projetos essenciais, para que o Governo do Estado possa ter condições de efetivar as políticas públicas de combate à pandemia”, destacou em fala aos seus colegas deputados estaduais, que seguem trabalhando em sessões remotas.

Fonte: Correio de Carajás 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de