CurionópolisNotíciasRegião

Comissão busca dar celeridade a licença do projeto Serra Leste

No dia 08 de janeiro de 2018 aconteceu na Câmara Municipal a primeira reunião da Comissão União Popular por Curionópolis – UPC com presença dos vereadores Gildásio Borges e Ítalo Duarte.

A comissão formada por moradores da cidade tem como objetivo buscar parceria com os vereadores e a Gestão Municipal para tentar junto ao Governo do Estado celeridade na possível a liberação da Licença Ambiental de ampliação do projeto Serra Leste da empresa Vale. A elegação dentre outras é que essa ampliação deve gerar 1.500 novas vagas de empregos diretos e indiretos.

A comissão também quer que além da liberação da licença seja dada prioridade nas vagas de emprego para a comunidade local. Os membros da comissão dizem se preocupar com a Liberação da Licença até março sob pena de demissão de pelo menos 400 profissionais já empregados no projeto.

Durante a reunião foram debatidas estratégias e proposta organizadas pelos membros da comissão e apoio. Dentre as propostas da comissão estar a reinvindicação de um núcleo do Sistema Nacional de Emprego – SINE na cidade. Os membros da Comissão são: Ramom Marques, Emanuel da Hidrotec, Rosy Angelica, Francisca Zacarias, Adriano Moreira. Suplentes Gabriel Silva, Onelia Lima, Raimundo Matos.

A comissão imita uma outra comissão formada em 2015 que buscou junto a mineradora Avanco oportunidades de emprego para o município. Na época os membros eram Alessandro Ribeiro, Gildásio Borges, Wiliam Pedroza, Rony Pereira e Wenderson Costa, diretor do Repórter30. Foi justamente por meio de publicações desse portal que a comunidade soube as primeiras informações sobre o projeto até então pouco divulgado.

O trabalho realizado rendeu frutos, um a contratação de mão de obra local, inclusive ano passado programa de jovens aprendizes levou novos jovens a ingressar no projeto Antas North, veja a reportagem CLIQUE AQUI.

Da comissão Curionópolis em Ação de 2015 além de conseguidos postos de trabalho ainda foi eleito o vereador Gildásio Borges – PSD que participou da comissão. Na época Rony Pereira e William Pedrosa também pleitearam uma vaga no Legislativo Municipal.

Interdição da PA ocorrida em 2015

Quanto a liberação das licenças o caso é mais complexo, e a comunidade deve se lembrar que na gestão do então Governador Simão Jatene foi necessário fechar a rodovia para abrir diálogo mais sério afim de dar celeridade a liberação da ampliação do projeto, à época de 6 para 10 milhões de toneladas ano. Reveja uma das reportagens, CLIQUE AQUI.

O processo agora enfrenta uma nova faze, recém empossado Governador, Helder Barbalho – MDB ainda está estruturando o governo e é compreensível que todos os novos integrantes das pastas, assim com o Secretário de Meio ambiente ainda precisa tomar ciência completa sobre o caso Serra Leste.

Importante ressaltar ainda que de forma oficial a Vale não anunciou o risco de demissão em massa, embora as férias coletivas dadas em 2015 sejam um alerta para o momento atual.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios