Pará é líder nacional na produção de mandioca e de cacau

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Estado alcança, respectivamente, 3,8 milhões de toneladas e 144 mil toneladas produzidas em 2020

Apesar da retração na produção de mandioca frente ao ano de 2019 (-2,7%), em 2020 o Pará continuou liderando como o maior produtor nacional do alimento, com 3,8 milhões de toneladas produzidas. A área plantada chega a 275 mil hectares. Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgados hoje (13) pelo IBGE.

Outro produto líder no estado é o cacau, que registrou alta de 11,9% na produção e encerrou 2020 com 144 mil toneladas produzidas. A plantação do produto ocupa cerca de 150 mil hectares, aumento de 6,5% em relação à área ocupada em 2019.

Já na produção de cereais, leguminosas e oleaginosas a estimativa final para a safra de 2020 totalizou 2,8 milhões de toneladas, 2,5% superior à safra de 2019 (2,7 milhões de toneladas). O arroz, o milho e a soja corresponderam a quase 96% da produção e 67% da área colhida. Frente a 2019, houve altas de 10,4 para o arroz, de 4,6% para a soja e de 1,1% para o milho.

Em relação ao ano de 2019, houve acréscimos de 13,6% na área do arroz e de 4,6% na área da soja e estabilidade na área do milho (com retração de 0,7% na 1ª safra e aumento de 1,1% na 2ª safra.

Na contramão dos aumentos, a produção do café arábica recuou 5,7% na passagem de 2019 para 2020, com 231 toneladas produzidas. Estima-se que a área colhida tenha sido de 257 hectares, 14 hectares a menos que no ano de 2019.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de