Polícia Civil prende 29 autores de violência contra a mulher no interior do Pará. Parauapebas também foi contemplada com a operação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

A Polícia Civil do Pará deflagrou hoje a operação Hera para dar cumprimento a mandados de prisão decretados pela Justiça contra indiciados por violência doméstica contra a mulher no interior do Pará. Sob coordenação da Diretoria de Polícia do Interior (DPI), a operação foi iniciada por volta de 6 horas da manhã, de forma simultânea, pelas 15 Delegacias da Mulher (DEAMs) no Interior do Estado. Ao todo, 29 prisões foram efetuadas ao longo do dia.

A operação foi realizada nas regionais de Abaetetuba, Barcarena, Castanhal, Capanema, Bragança, Paragominas, Marabá, Parauapebas, Redenção, Tucuruí, Altamira, Breves, Soure, Itaituba e Santarém. Os presos foram levados para as sedes das DEAMs. O nome da operação é uma alusão à deusa grega da mulher, protetora do casamento e dos filhos.

Segundo o diretor do Interior, delegado José Humberto Melo, a operação contou com 15 equipes formadas por um total de 60 policiais civis. “A razão maior desta operação é concentrar a informação e estabelecer um padrão de divulgação do trabalho das DEAMs no interior do Estado, pois os números (de procedimentos das DEAMs) são impressionantes e merecem ser divulgados”, ressalta o delegado.

A exemplo da alta produtividade das DEAMs no interior do Estado, o delegado cita os números da Delegacia da Mulher de Santarém, que atende diariamente com plantão 24 horas. Só no ano passado, foram instaurados 659 procedimentos, entre as quais 98 prisões em flagrante e 24 mandados de prisão preventiva cumpridos na região do Baixo Amazonas, oeste do Pará.

ASCOM-PC/PA

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de