Polícias Civil e Militar prendem em flagrante associação criminosa

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Policiais civis e militares desarticularam, nesta terça-feira (29), uma associação criminosa que pretendia cometer crimes na região sudeste do Pará. Três homens foram presos em flagrante de posse de uma arma de fogo, munições, ferramentas, luvas e outros apetrechos que supostamente seriam usados em uma ação criminosa. As prisões e apreensões foram realizadas em uma residência na Avenida CD, no bairro Jardim Marilucy, em Tucuruí, sudeste paraense, por policiais civis da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí e Delegacia da Mulher de Tucuruí, e uma guarnição da PM da região. A ação policial foi resultado de uma denúncia anônima sobre a existência de um grupo de arrombadores de imóveis escondidos no local.

De imediato, as equipes se deslocaram até o endereço, onde, após terem acesso ao interior da casa, encontraram o material apreendido. Além do revólver calibre .38 com numeração raspada, cinco munições intactas, e um macaco hidráulico e demais apetrechos, foram apreendidos objetos provavelmente resultantes de furtos mediante arrombamento em imóveis, como equipamentos do tipo HDs externos usados em armazenamento de arquivos, três celulares e ventiladores do tipo “cooler” usados em gabinetes. Alguns objetos ainda estavam novos e guardados dentro das caixas.

Na casa, havia seis pessoas – três homens e três mulheres. Todos foram levados para a Seccional de Tucuruí para serem ouvidos em depoimentos. Após as apurações, foram autuados em flagrante os três homens identificados como Elinário Pimentel Gonçalves Junior, 24 anos, de apelido Gordo; Wesllen Nascimento Rodrigues, 29 anos, e Pablo Barroso da Silva, 23 anos, de apelido Pablo Escobar. As mulheres foram ouvidas como testemunhas e liberadas.

Eles negaram serem os donos dos objetos apreendidos. A casa, onde os materiais foram encontrados, foi alugada por Elinário Junior. O delegado Rommel Souza, titular da Superintendência da Polícia Civil na região do Lago de Tucuruí, orienta às pessoas que foram vítimas de arrombamentos em imóveis no município e em cidades vizinhas que procurem a Seccional de Tucuruí, munidos de documentos que provem serem proprietários dos objetos furtados, para verificar se, por acaso, os objetos estão entre os materiais apreendidos.

ASCOM-PC/PA

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de