SEMAS entrega novo prédio do Acolhimento Esperança proporciona maior conforto aos atendidos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

As 23 crianças e adolescentes que são atendidos no Acolhimento Esperança agora contam com um ambiente novo, funcional e aconchegante. A Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), entregou o novo prédio nessa sexta-feira, 08.

A unidade institucional, que foi construída por meio de convênio com a empresa Vale, dispõe de um ambiente pensado e estruturado para resgatar a cidadania dos acolhidos, com um atendimento mais humanizado. “Aqui, temos brinquedoteca, sala de informática, espaço de playground, quartos e banheiros femininos e masculinos respectivamente”, relata Celso Ricardo de Souza, secretário municipal da Assistência Social.

Uma equipe multidisciplinar da Semas conduz as atividades, para que a criança e o adolescente, que tiveram seus direitos violados, recebam todo o cuidado, proteção, respeito e atendimento psicossocial.

Na casa de acolhimento, são oferecidas atividades educativas e acompanhamento nutricional, psicológico e de assistência social, seguindo as medidas preventivas do Ministério da Saúde. “Estamos atentos às recomendações referentes a essa pandemia do novo coronavírus. Toda a estrutura que foi montada, com conforto e qualidade, nós estamos pensando já nessa realidade, com quarto de isolamento, caso venha acontecer alguma situação”, explica Cris Leão, coordenadora de Proteção Especial da Média e Alta Complexidade.

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas (Comdcap) aprova a nova estrutura. “Ver esse espaço, hoje, muito nos alegra em saber que as crianças, que estarão aqui, de fato estarão na essência, recebendo o acolhimento que merecem. Elas saem de suas famílias fragilizadas e quando chegarem aqui vão contemplar um espaço muito bom, um espaço acolhedor e familiar”, elogia Aldo Serra, presidente do Comdcap.

 Saiba mais

O Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes de Parauapebas “Acolhimento Esperança” iniciou-se como Casa de Passagem em 2006, por meio de decreto municipal. Em 2013, a Unidade de Acolhimento Esperança foi criada em projeto de lei.

Nela, são acolhidos crianças e adolescentes de zero a 18 anos de idade incompletos, em situação de abandono ou cujas famílias ou responsáveis encontrem-se com alguma impossibilidade de cumprir sua função de cuidado e proteção.

Com um atendimento especializado, a instituição é mantida pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), e oferece espaço para moradia provisória e ações que oportunizem a reintegração dos acolhidos nas suas famílias de origem ou, na sua impossibilidade, o encaminhamento para família substituta.

Texto: Sara Dias
Fotos: Repórter30

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de