COSANPA ESTABELECE PLANO DE AÇÃO PARA ACABAR COM RACIONAMENTO DE ÁGUA EM MARABÁ

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
O esquema de emergência também será apresentado pelo presidente da Cosanpa, Claudio Conde, na próxima quinta-feira, 14, durante coletiva de imprensa em Marabá. FOTO: CLÁUDIO SANTOS

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) anunciou, nesta quarta-feira, 6, um plano de ações de engenharia que pretende pôr fim ao racionamento de água em Marabá dentro de 15 dias. Entre as ações que já estão sendo viabilizadas pela Cosanpa está a montagem de um sistema flutuante de captação de água no rio Tocantins.

Todo o trabalho de montagem do novo sistema de captação de água será feito por uma empresa especializada, contratada pela Cosanpa, e por equipes da própria companhia que estão se deslocando para o município.

Esse esquema de emergência será apresentado pelo presidente da Cosanpa, Claudio Conde, na próxima quinta-feira, 14, durante coletiva de imprensa em Marabá. O local e hora serão posteriormente divulgados pela assessoria de comunicação da Cosanpa.

O racionamento de água em Marabá começou no último dia 30 de agosto e afeta os núcleos Nova Marabá e Cidade Nova. A equipe local já identificou os pontos sensíveis ao esquema e conta com o apoio da prefeitura Municipal de Marabá na cessão de carros-pipa para a distribuição de água nas folhas 17, 30 e 34 da Nova Marabá.

Segundo informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o nível dos reservatórios da Bacia do Tocantins está com apenas 20% de volume útil, com uma Energia Natural Afluente (ENA) de apena 42 % da média histórica do período.

Por Andrea Cunha

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de