SEBRAE REALIZA 9ª SEMANA DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Geração de Negócios, atendimento, capacitação, formalização, canais de comercialização e encontros de negócios, tudo voltado para o microempreendedor individual (MEI)  em um só lugar: a 9ª Semana do Microempreendedor Individual, que este ano vai ocorrer de 8 a 12 de maio, na sede do Sebrae em Belém e nos 11 escritórios regionais da instituição no estado.

O diferencial desta edição será a atuação segmentada e uma maior densidade empresarial nos segmentos de alimentos e bebidas, moda e vestuário, beleza e estética. “Faremos o atendimento básico para os empreendedores e ofereceremos informações de mercado de acordo com o segmento de cada empreendimento, visando oportunidades e tendências de negócios”, explica Fabrizio Guaglianone, diretor-superintendente do Sebrae no Pará.

Além do atendimento ao MEI, o evento deste ano pretende oferecer consultoria especializada e personalizada para empreendedores do segmento por meio do agendamento prévio. Os consultores vão atender caso a caso em uma sala reservada para esse tipo de consultoria. Os agendamentos podem ser feitos pelo 0800 570 0800, pelo chat Fale com o Especialista e presencial. As consultorias serão ofertadas de forma individualizadas e tem como temas: plano de vendas (prospecção de clientes), onde a intenção é fazer com que o MEI saia do evento com o plano de captação de clientes montado. Outro foco são as estratégias de comercialização, que visa potencializar a atuação dos empreendedores no mercado. Por fim, o último foco será Modelos de Negócios para MEI e Potenciais Empreendedores – que prevê o atendimento do empreendedor visando um modelo de negócio apropriado para o seu segmento. “Temos um fluxo muito grande de potenciais empreendedores no estado, por isso abordaremos os modelos de negócios mais apropriados para cada caso”, explica Fabrizio ao ressaltar as condições favoráveis para quem quer empreender, como a liberação do FGTS bem como o empreendedorismo como saída para a crise econômica.

Temas

A 9ª Semana do MEI no Pará terá como temas: orientação para o crédito, inovação, captação de clientes e aumento de vendas através do atendimento especializado, capacitação e encontros de negócios.

 Segmentos:

  • Atendimento: formalização, regularização e orientação técnica; além dos temas relacionados aos MEI, o Sebrae vai oferecer atendimento especializado referentes às principais oportunidades de negócios para os MEI, conteúdos segmentados, entre outros.
  • Capacitação: palestras, oficinas, clínicas e consultorias;

Programação diferenciada e segmentada: Programação totalmente focada para o segmento em destaque, com evento de geração de negócios:

09/05 – Dia da Beleza;

10/05 – Dia da Moda

11/05 – Dia da Gastronomia

Novidades nas capacitações:

  • Oferta de produtos diferenciados em relação aos anos anteriores, como: Oportunidade de Negócios para o MEI (1h), Como ter seus produtos e serviços divulgados nas redes sociais, Uso da internet para conquistar clientes, entre outros;
  • Cine Sebrae para o MEI que gosta do digital, com vídeos, facebooklive e papos de negócios;
  • Diferencial de oferta de consultorias personalizadas e individualizadas – Temas: Como Elaborar Estratégia de Comercialização – (1h – agendamento 8h/dia), Como Elaborar Plano de Vendas (1h- agendamento 8h/dia) e Modelo de Plano de Negócios (1h30 – agendamento 8h/dia).
  • Ações de geração de negócios: Feira de Negócios MEI, Foodtrucks e encontros de negócios – As ações de geração de negócios são a grande novidade nesse ano. A ideia é elevar o faturamento dos MEI e apresentar a esse público uma solução diferenciada oferecida no portfolio Sebrae.

Atendimentos – 43 anos do Sebrae no Pará – 10 de maio

A Semana também é voltada para o atendimento ao MEI que precisa de orientação para regularizar pendências, fazer a declaração anual de faturamento, se capacitar participando dos cursos oficinas. Em suma, os assuntos que estão no foco da Semana são importantes para os negócios dos microempreendedores individuais: a declaração de faturamento que precisa ser entregue até 31 de maio, caso contrário ele pode ter sérios problemas com o Fisco; os microempreendedores inadimplentes, uma taxa bem alta no Pará (em janeiro de 2017 estava em 74,97% no estado e no Brasil foi de 64,56%) também podem ter prejudicados os empreendimentos por causa do não cumprimento de obrigações.

As oficinas vão abordar diversos temas que são tratados em soluções criadas pelo Sebrae especificamente para essa categoria: Sei comprar, Sei vender, Sei controlar o meu dinheiro, Sei, crescer, Sei planejar e Sei crescer. As palestras vão tratar de assuntos como finanças, marketing pessoal, passo a passo para formalização como Mei, linhas de crédito, microcrédito, contratação de empregados, entre outros, algumas ministradas por técnicos de entidades parceiras. 

Informalidade

No Pará, estima-se que haja 319.787 mil empreendimentos informais, segundo a Pesquisa Economia Urbana Informal – ECINF. Para o Sebrae, isso significa um potencial para o crescimento do número de MEI no estado.

MEI

A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um MEI. Para ser um deles, é preciso:

  • Ter faturamento de, no máximo, R$ 60 mil ao ano.
  • Não participar como sócio ou titular de outra empresa ou cooperativa ou outro tipo de entidade.
  • Não ter sócio na atividade desenvolvida
  • Exercer atividade permitida ao MEI.
  • Não possuir filial (ter só um estabelecimento/ponto comercial).
  • Ter, no máximo, um funcionário apenas.

Ao se tornar MEI, a pessoa ganha cidadania empresarial com CNPJ e, com isso, pode emitir nota fiscal, participar de licitações públicas, tornar-se um segurado da Previdência Social e ter acesso mais fácil a empréstimos. 

O MEI é enquadrado no Simples Nacional e está isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Assim, paga apenas o valor fixo mensal de – R$ 47,85 (comércio ou indústria), R$ 51,85 (prestação de serviços) ou R$ 52,85 (comércio e serviços), valor destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. Essas quantias são atualizadas anualmente, de acordo com o salário mínimo.

O pagamento desses valores é feito por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que pode ser gerado por qualquer pessoa em qualquer computador conectado à internet. O pagamento deve ser feito na rede bancária e casas lotéricas, até o dia 20 de cada mês.

Apenas nos três primeiros meses do ano, 343.040  pessoas  se formalizaram como MEI no Brasil. No Pará, uma média de 53 pessoas se tornam MEI por dia, o que totalizou 5.912 novos MEI nos três primeiros meses do ano. Desde que a figura jurídica foi criada, em julho de 2009, já são 6.992.936  MEI no País e 169.287 no estado.

Serviço:

Semana do Microempreendedor Individual. De 8 a 12 de maio, no escritório regional do Sebrae em Parauapebas (Rua E – 399, Cidade Nova) e na Sala do Empreendedor em Canaã dos Carajás (Feira do Produtor–  Próx.Bosque da Matinha). O horário de funcionamento é das 8h às 22h.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de