Notícias

Serra Pelada – Políticos estão entre a cruz e a espada

pm-serra-pelada
PM permanece no local do confronto.

A menos de um ano para o próximo pleito eleitoral Deputados Federais do Pará entram em uma berlinda por causa de Serra Pelada. Arnaldo Jordy – PPS e Wandenkolk Gonçalves – PSDB chegaram a ir à vila garimpeira no domingo, dia 25, mas após sua saída a PM supostamente teria reagindo a uma tentativa de invasão ao projeto Serra Pelada com armamento não letal.

Na manhã de hoje o blog que afirma defender os interesses dos garimpeiros publicou o seguinte: Foi o deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) que descobriu de onde surgiu a ordem para que o tenente-coronel Silveira mandasse que uma tropa da Polícia Militar sob o seu comando, disparasse bombas de efeito moral, balas de borrachas e spray de pimenta e, permitisse ainda, que seguranças armados  da Atalaia, empresa contratada da Colossus, atirasse com balas de verdade contra uma multidão de garimpeiros  que fazia uma manifestação pacífica, no domingo,  na Serra Pelada.

Já em relação ao deputado do PSDB, disse o site: Foi o deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) que descobriu de onde surgiu a ordem para que o tenente-coronel Silveira mandasse que uma tropa da Polícia Militar sob o seu comando, disparasse bombas de efeito moral, balas de borrachas e spray de pimenta e, permitisse ainda, que seguranças armados  da Atalaia, empresa contratada da Colossus, atirasse com balas de verdade contra uma multidão de garimpeiros  que fazia uma manifestação pacífica, no domingo,  na Serra Pelada.

A Colossus por meio do blog do projeto publico mais uma nota contradizendo o que afirma o blog, abaixo a nota da empresa.

Nota Colossus Mineração

A Colossus Mineração informa a sociedade que as forças policiais do Estado do Pará inibiram a tentativa de invasão ao projeto Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral, ocorrida em Curionópolis (PA) neste domingo por volta de 15h.

A maioria dos manifestantes é de não residentes na comunidade de Serra Pelada e afastou-se do local do protesto. Até as 18h deste domingo, informações locais indicavam que não há um ponto de concentração dos manifestantes. Não há registro de vítimas.

A tentativa de invasão, anunciada de forma pública antecipadamente e fortalecida em audiência no último dia 16 de agosto, teve apoio parlamentar dos deputados federais Arnaldo Jordy (PPS) e Wandenkolk Gonçalves (PMDB). A organização foi feita por grupos garimpeiros não reconhecidos pela Justiça do Pará como dirigentes da cooperativa sócia do projeto.

É impraticável haver diálogo sob coação. A Colossus considera este formato de mobilização violenta como irresponsável, que em absolutamente nada contribui para um futuro de paz duradoura em Serra Pelada.

O projeto SPCDM alcançou 85% das obras de implantação, um investimento de R$ 600 milhões que emprega 1.500 profissionais diretos e indiretos – sendo 65% residentes de Serra Pelada.

Forças policiais permanecem no local para devolver segurança à vila de Serra Pelada.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios