Manifestantes saem em marcha pelas ruas de Belém na manhã desta terça-feira (12). (Foto: André Figueira/Arquivo pessoal
Garimpeiros e agricultores fazem manifestações em pontos distintos da cidade.
Congestionamento de veículos já alcança oito quilômetros.

Dois protestos complicam o trânsito nas principais ruas de Belém na manhã desta terça-feira (12). De acordo com o Centro Integrado de Operações (Ciop), um grupo formado por garimpeiros ocupou as duas pistas da avenida Almirante Barroso desde o começo da manhã, deixando lento o trânsito no entorno. A via foi liberada por volta de meio-dia.

No trecho próximo à Universidade do Estado do Pará (Uepa) o tráfego foi bloqueado. Os motoristas estão recorrendo a rotas alternativas, como a avenida João Paulo II para poderem seguir viagem. Os manifestantes caminharam em direção Palácio da Justiça.

O protesto tem provocado reflexos até no trânsito da rodovia BR-316. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um congestimento de seis quilômetros se formou na rodovia. Se somado ao engarrafamento da avenida Almirante Barroso, são oito quilômetros de veículos parados. A via foi liberada.

Já na avenida Augusto Montenegro, próximo à entrada da rodovia do Tapanã, agricultores fazem uma manifestação e impedem a passagem de veículos. Agentes da Semob acompanham o protesto para tentar garantir o tráfego.

Fonte: G1