Notícias

SUBESTAÇÃO MÓVEL PERMITE QUE MANUTENÇÕES SEJAM EXECUTADAS SEM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA

Celpa está com subestação móvel em municípios do sudeste paraense

A subestação móvel da Celpa estará em plena atividade no final de maio e no mês de junho em alguns municípios da região sudeste do Estado, como Marabá, Parauapebas e Canaã dos Carajás. A estrutura, que pesa em torno de 78 toneladas, é transportada em um caminhão de mais de 23 metros de comprimento. E o trabalho com o equipamento na região será focado em manutenções programadas e preventivas, sem que seja necessário fazer desligamentos do fornecimento de energia.

De acordo com o executivo da área de Manutenção da Celpa, Igor Braga Teixeira, a tecnologia é um grande avanço para Estado, pois permite que as melhorias sejam executadas sem trazer qualquer imprevisto para os clientes da concessionária. “Para ter uma ideia, mais de 135 mil pessoas aqui da região serão beneficiadas, pois não terão o fornecimento interrompido por conta dos trabalhos de melhoria que vamos executar”, diz o executivo.

As subestações são responsáveis pelo início da distribuição da energia. Funcionam como pontos de entrega de energia para os consumidores, pois antes de chegar às residências, a eletricidade percorre um sistema de transmissão que começa nas usinas e passa por estas subestações. Daí os transformadores farão o aumento ou diminuição de tensão para que a energia se adeque ao consumo dos clientes.

No caso das subestações móveis, o equipamento é utilizado para soluções temporárias e emergenciais, como por exemplo manutenções programadas ou energização de obras prioritárias, quando as subestações convencionais precisam de apoio. Quando for necessário fazer manutenção, a subestação móvel será utilizada para que os clientes não tenham interrupção de energia prolongada ou até mesmo que as manutenções nem precisem de interrupções. A capacidade de mobilidade e flexibilidade ajuda muito nesse processo.

Em atividade desde 2015, a subestação móvel é um investimento de mais de R$ 7 milhões da concessionária. Além disso, a estrutura está capacitada para atender uma carga de até 30 MVA (unidade de medida de potência aparente, Mega Volt Ampere), o que corresponde ao atendimento de uma faixa de trinta mil residências ou cerca de 120 mil habitantes, por onde ela passar.

“A Celpa reforça o compromisso da empresa em buscar ações de melhoria para o sistema elétrico paraense, ao adquirir equipamentos desse porte e garantir um serviço final bem melhor que o esperado. O roteiro de trabalho da subestação móvel já incluiu cidades como Santa Maria, Capanema, Tailândia e esperamos abranger cada vez mais municípios”, finaliza o executivo Igor.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios