Notícias

Estudante de 19 anos recebe medalha após conquistar 1º lugar para Medicina

O estudante Fabio do Amaral Junior, de 19 anos, calouro do curso de Medicina da Universidade do Estado do Pará (Uepa) em 2019, com a pontuação de 910 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ocupou a primeira colocação no Prosel UEPA 2019 e recebeu, nesta quinta-feira (13), das mãos do reitor Rubens Cardoso e da Pró-reitora de Graduação Ana da Conceição, a medalha Fernando Guilhon.

Durante a reunião mensal do Conselho Universitário (Consun), na manhã de hoje, aconteceu a cerimônia de premiação do estudante que estava acompanhado da sua família. O reitor felicitou a conquista do estudante fazendo referência a importância da família nesse processo.”Essa vitória é uma conquista coletiva, do aluno e da famíla, portanto, é com muita alegria que a Uepa entrega essa honraria com a finalidade de reconhecer e marcar na história os estudantes que se dedicaram a alcançar uma vaga no ensino superior” comentou ao entregar a comenda.

Rubens Cardoso destacou que a honraria Fernando Guilhon funciona como um estímulo para os estudantes de todo o Estado do Pará. “Que essa premiação seja mais do que um reconhecimento, mas sim uma alavanca na caminhada profissional desses estudantes” pronunciou o reitor.

“É muita honra ganhar esse prêmio de tamanha grandiosidade. Representa muito para mim, além do meu esforço, que está só iniciando. Esse prêmio reforça o meu compromisso com o Estado, pois é o começo da minha caminhada em busca do progresso do Pará” explicitou o estudante entre sorrisos e abraços de seus familiares.

A honraria

Para homenagear o estudante que tivesse a primeira colocação no Prosel da UEPA foi criada a premiação Fernando Guilhon por meio da lei estadual número 5.704, 13 de dezembro de 1991 pelo, na época, então deputado Nelson Chaves com o objetivo de, além de reconhecer o estudante melhor classificado no listão e, também, homenagear a dedicação com que conduziu o Estado do Pará o ex-governador Fernando Guilhon.

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) acredita que a entrega da honraria Fernando Guilhon funciona como um recurso que foi criado para estimular a comunidade estudantil durante o difícil processo seletivo do vestibular do Estado do Pará com o intuito de reconhecer aquele aluno que se dedicou durante a sua preparação para o ingresso no curso superior.

Por Daniel Leite

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios