“Farpas na Rede”: Duelo entre vereador e prefeito de Curionópolis ganha redes sociais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

As diferenças ideológicas e partidárias entre o prefeito de Curionópolis Adonei Aguiar – DEM e o vereador Gildásio Borges – PSD vem se estendendo nas redes sociais há algum tempo, contudo a maior parte das vezes as postagens e comentários eram feitas por correligionários políticos, mas na noite desta segunda-feira dia 14 o próprio prefeito usou as redes para retrucar uma postagem do vereador Gildásio.

Numa postagem o vereador critica a demissão de vários servidores contratados da Prefeitura, e deixa explicito que a ação é além de perseguição, ao afirmar que começou a “caça às bruxas” é também um desaforamento já que a folha estaria “inchada” por motivo da campanha de 2018 na busca de apoiadores.

Em resposta do prefeito respondeu: “É muito engraçado um bacana desse querer se promover encima de ato administrativo que ao meu ver é o mais difícil de ser tomado por qualquer gestor que é o enquadramento de gastos de pessoal da máquina pública.

Será se o Bolsonaro quando enxugou toda sua folha também usou seus eleitores e depois os descartou? Será se o Governador Helder Barbalho não tinha funcionários públicos que votaram nele? Pois também enxugou a folha. Será se todos os governadores que se reelegeram e os novatos também estão descartando seus eleitores? ”

Por fim Adonei Aguiar ainda escreveu: “Quando não se tem o que apresentar para o povo, fica dessa forma atirando pra todo lado achando o povo é trouxa. Quer uma Dica? Quer ser prefeito um dia neste município? Vai trabalhar para o povo, mostre algo de concreto que atenda a nossa gente, e não virar um Hitler da vida em perseguição”.

Opinião do REPÓRTER30 – Enquanto os dois representantes do povo, um no Executivo outro no Legislativo “trocam farpas” nas redes sociais uma comissão busca solucionar o caso Serra Leste, que segundo fontes sofre risco de paralisação vista a não liberação da Licença Ambiental que é de responsabilidade da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade – SEMAS, contudo seriam os representantes locais as pessoas mais indicadas a trazer ou buscar respostas quanto ao problema.

Além disso, o município não conta com um centro de capacitação e nem um posto de encaminhamento de profissionais as oportunidades de trabalho, um SINE por exemplo. Apesar de tudo Curionópolis conta com desenvolvimento mineral que possibilita novos postos de trabalho, mas esses acabam por ser ocupados por pessoas de outras regiões.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de