ODEBRECHT AMBIENTAL – MORADORES PROTOCOLAM PEDIDO DE PROVIDENCIAS NO ESCRITÓRIO DA EMPRESA E NO MINISTÉRIO PÚBLICO

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Variação nos valores da fatura gerou reação dos moradores
Aumento exagerado nos valores da fatura gerou reação dos moradores

Um grupo representado pela Associação de Moradores do Bairro da Paz em Curionópolis protocolaram no escritório da empresa e no Ministério Público um pedido de providências quanto à falta de água e aumento na tarifa mensal. Segundo o presidente da entidade o problema da falta de água está afetando centenas de famílias no bairro.

Já faz mais de mês que estamos com esse problema e quando vamos ao escritório em busca de uma solução não somos atendidos, nunca conseguimos nem conversar com o engenheiro responsável”, comentou Adriano da Silva, presidente da associação.

A conta de água de dona Luzia Moreira dos Santos saltou de R$ 28,99 no mês que chegava água 24h para R$ 77,45 no mês que começou o rodízio: “E para piorar além de aumentar o valor nem o rodízio está funcionado porque tem dias que não vem água de jeito nenhum, e quando vem não tem preção para subir na caixa d’água”, comentou dona Luzia.

Reclamações foram protocoladas na empresa e no Ministério Público
Reclamações foram protocoladas na empresa e no Ministério Público

No documento protocolado na empresa e no MP os moradores reclamam que além da ausência de água e do hidrômetro estar rodando com pressão do ar, ainda há desperdício de água nas caixas d´água da empresa que transbordam vertendo água nas sarjetas e o numero 0800 não estaria atendendo as chamadas.

Há alguns dias tentamos contato com o engenheiro da empresa que nunca nos atende. Depois que mudou de responsável o atendimento da empresa só piorou e sempre que marcamos uma reunião com o atual responsável Vinícius Cardoso ele nunca está para nos atender, hoje mesmo disse que está em Xinguara e quando terminar uma reunião é que vem para Curionópolis. Vamos aguardar para ver se hoje ele realmente fala conosco”, comentou Adriano.

NOTA DA EMPRESA: A Odebrecht Ambiental/Saneatins, empresa responsável pelos serviços de água e esgoto de 47 municípios do Tocantins e 10 do Pará, incluindo Curionópolis, esclarece que, em função do período prolongado de estiagem, o nível dos poços de captação de água para tratamento e distribuição no município teve diminuição. Isto provocou, nos últimos dias, a falta de água em alguns setores da cidade, entre eles o Bairro da Paz. Na última sexta-feira, 25/09, a equipe de operação da concessionária realizou uma intervenção em um destes poços para normalizar o abastecimento, cuja recuperação é gradual. Nos próximos dias, o abastecimento deverá ser completamente reestabelecido.

A Odebrecht Ambiental/Saneatins também esclarece que seu efetivo para a operação nas cidades do Pará atende à todas as exigências de operação e que as últimas reestruturações administrativas não trouxeram qualquer prejuízo ao trabalho desenvolvido pela concessionária.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de