Participantes do Enem 2014 podem acessar espelho da correção de redação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 podem acessar o espelho da correção da redação. Basta acessar a página do Enem e inserir a senha e o CPF. A correção, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), é apenas pedagógica, ou seja, os estudantes que não estiverem satisfeitos não podem entrar com recurso pedindo a revisão da nota.

No espelho, os estudantes têm acesso a nota geral na redação e em cada uma das cinco competências avaliadas. É possível também comparar o resultado individual com o dos demais estudantes que fizeram a prova. A nota em cada competência vai até 200. A nota máxima na redação é 1 mil.

O tema em 2014 foi Publicidade Infantil em Questão no Brasil. De acordo com o Inep, foram corrigidos 6.193.565 textos. Desses, 250 tiveram nota 1 mil e mais de 500 mil tiraram zero na prova.

As competências avaliadas foram: demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa; compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa; selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Além disso, os estudantes precisaram demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação e elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Ao todo participaram do Enem 2014 cerca de 6,2 milhões de estudantes. A prova é usada como critério para participar de programas de acesso ao ensino superior, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas, o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas, e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que financia até 100% da mensalidade em faculdades particulares.

Além disso, a nota é usada para certificação do ensino médio e como critério para obter bolsas de estudo no exterior pelo Ciência sem Fronteira. O estudante pode ainda concorrer a vagas no ensino técnico pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional (Sisutec).

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de