5 pessoas presas por crimes ambientais às margens do Rio Tocantins

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

A Polícia Civil do Pará deflagrou, nesta segunda-feira (29), a “Operação Quiet”, resultando nas prisões de 5 pessoas, pela prática de crimes em área de preservação permanente, sendo eles: José Oliveira de Souza, Irla Emanuela de Souza Souza, Manoel Francisco Pereira de Sousa, Francisco Gomes da Silva. Após requisição do Ministério Público Ambiental, realizada por meio de denúncias de prática de crimes ambientais em área de preservação permanente às margens do Rio Tocantins, especificamente nas praias de Lenções I e II, Praia do Amor e Praia do Sossego.

A ação foi realizada pela Delegacia de Conflitos Agrários e Combate a Crimes Ambientais (DECA) de Marabá , com o apoio da Polícia Militar(PM), Ministério Público (MP) Ambiental, e Concessionária de Energia Elétrica do Pará (CELPA).

Diante disso, as equipe policiais partiram em diligencias até o local das denúncias. Chegando ao local, foram constatadas a prática de alguns crimes, como: Furto de energia elétrica, considerando o consumo de energia elétrica por meio de ligações clandestinas, foram constatados ainda, práticas de crimes ambientais, a exemplo da presença de inúmeros veículos circulando no interior das praias. De imediato foi dada voz de prisão em flagrante, na ocasião, todos os acusados foram conduzidos à Delegacia de Conflitos Agrários (DECA) de Marabá, para tomada das medidas cabíveis. Durante operação foram apreendidos, 04 transformadores de energia elétrica, que estavam sendo utilizados para a prática do furto de energia elétrica, sendo interditados os estabelecimentos comerciais que estavam em situação irregular.

Ascom/PCPA

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin

Comente com o Facebook

Mais de